Quero o que não vejo, quero o que não intento e quero sem fim, não nasci para viver em um mundo mais ou menos , nasci com dois pares de assar, vou para onde me levar. Por isso não me venha com nada razo isso não me satisfaz
A cold heart.
O que me mata é o cotidiano. Eu queria só exceções.
Clarice Lispector   (via pensamentos-antigos)

p-s-y-c-h-o-s-u-i-c-i-d-e:

born—for—this:

Because you’re worth it.

consultingangel-of-the-timelord:

#my life in 5 words, 14 letters, and one bracketed action

Escondo meu caos em seus braços.
Jhennifer Werneck (via enoitecer)

FS ©